A fase da primeira dentição – nascimento dos dentes de leites – é um processo difícil e dolorido para muitos bebês. Para aliviar esse incômodo, muitos pais e mães buscam diversas soluções, como o uso do colar de âmbar, que se tornou muito popular. 

Mas, por que ele não é recomendado? Para entender mais, fique comigo e vamos conversar sobre esse assunto! 

O QUE É O ÂMBAR? 

O âmbar é um tipo resina vegetal encontrada na região dos países banhados pelo Mar Báltico. Esse material é muito utilizado para confecção de acessórios e adereços, não apenas pela estética, mas porque contém uma substância chamada ácido succínico, que, segundo estudos, possui propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes. 

O COLAR DE ÂMBAR EM BEBÊS 

O uso de um colar feito com pedras de âmbar começou a se popularizar, pois, muitos pais e mães – inclusive famosos – passaram a contar experiências em que os bebês ficaram muitos mais calmos e com menos dor a partir de momento em que tiveram contato com o âmbar. Acredita-se que, em contato com a pele, ele libere ácido succínico, e isso ajude a aliviar as dores e tensões. Mas, será que é mesmo seguro? 

O QUE OS ESPECIALISTAS DIZEM 

A Sociedade Brasileira de Odontopediatria não recomenda o uso do colar de âmbar para aliviar dores em bebês. Isso, porque não há nenhuma comprovação científica de que o âmbar realmente libere ácido succínico ao entrar em contato com a pele e nem que ele realize esse processo analgésico. 

As experiências contadas por diversos pais e mães podem convencer de que ele é realmente benéfico, mas, devemos considerar que muitas doenças e incômodos simplesmente desaparecem com o tempo, e a fase da primeira dentição em bebês é uma delas.  

Portanto, não há como confirmar se o colar de âmbar trouxe, de fato, algum resultado. 

SE NÃO FAZ BEM, TAMBÉM NÃO FAZ MAL? 

Bom, você pode perguntar: “Dr. Pedro, já que não faz mal, eu posso usar mesmo assim?” 

Pelas crenças populares e experiências contadas, muitos pais podem continuar querendo utilizar o acessório em seus bebês, na esperança de que, lá no fundo, funcione. 

Será mesmo que ele não faz mal? 

Como citado, não há comprovação de que o colar de âmbar é benéfico, por outro lado, também não há comprovação de que ele faça mal, tornando-se um possível risco desconhecido. 

OUTROS RISCOS DE UTILIZAR O COLAR DE ÂMBAR 

As crianças estão em fase de crescimento e descoberta, por isso, tudo é novidade. 

O uso de um apetrecho no pescoço pode provocar situações de estrangulamento e asfixia. Há relatos de morte em bebês ao utilizar o colar de âmbar, principalmente se utilizado durante a noite, onde os pais não estarão o tempo todo de olho. 

Alguns pais optam por utilizar como pulseira ou tornozeleira para amenizar esse risco, porém, as pedras, por mais firmes que estejam no cordão, podem ser engolidas caso o colar ou pulseira se rompam. 

Nesta fase da vida, o ideal é que a criança esteja o mais livre possível, longe de cordões, pedras e outros objetos que possam atrapalhar seu desenvolvimento e trazer riscos de acidentes. 

USAR OU NÃO USAR? 

O objetivo da nossa conversa hoje é mostrar a vocês, papais e mamães, o que é ou não comprovadamente seguro, e ajudá-los a fazer a melhor escolha para trazer bem-estar ao seu bebê. 

Como cirurgião-dentista, recebo diversos pais no consultório em busca de soluções para aliviar dores e incômodos na fase da primeira dentição dos filhos, e há outras soluções recomendadas que podem ser muito benéficas para o bebê, sem que ele corra nenhum risco. Vamos ver quais são? 

COMO ALIVIAR A DOR EM BEBÊS 

Para aliviar os incômodos causados pela erupção dos primeiros dentes, pode-se utilizar: 

  • Picolé de leite materno; 
  • Massagem na gengiva; 
  • Cenoura inteira, crua e gelada; 
  • Laserterapia; 
  • Objetos próprios para morder. 

O mais importante é sempre fornecer à criança alternativas seguras e saudáveis, garantindo seu completo bem-estar e saúde. 

Procurar um especialista em Odontopediatria também é uma recomendação, já que esse profissional irá acompanhar todo o processo de nascimento dos primeiros dentes do bebê e orientar os pais sobre como proceder em cada fase. 

A BARINI KIDS TE AJUDA NESSA FASE 

Aqui na Barini Kids, nosso espaço de Odontopediatria está preparado para receber seu bebê e fornecer os melhores cuidados a ele e melhor orientação para vocês, mamães e papais. 

Traga seu pequeno e venha nos fazer uma visita! 

Dr. Pedro Barini especialista em tratamentos odontológicos em Goiânia-GO
Dr. Pedro Barini
Ortodontista
CRO-GO 3286